Conheça mais os casos clínicos de cirurgia ortognática

Classe II

É uma relação ântero-posterior, onde a mandíbula pode estar retruída (posicionada atrás) em relação a face, ou mesmo a maxila que é o osso superior, pode estar protruída (posicionada à frente) em relação a face.

Classe III

É uma relação ântero-posterior, onde a mandíbula esta projetada à frente em relação a face, ou mesmo a maxila esta retro posicionada em relação a mandíbula, ou ambos os problemas.

Assimetria

As assimetrias incluem os desvios das linhas médias dentárias e esqueléticas, assim como laterognatismo. Também existem assimetrias de plano oclusal na vista frontal (CANT), perceptível quando o paciente sorri, mostrando uma quantidade maior de dentes de um lado em relação ao outro. Assimetrias de volume também poderão ser identificadas.

Mordida Aberta

Ausência de trespasse vertical entre os dentes superiores e inferiores, nesse caso os dentes superiores estão distantes dos dentes inferiores, impedindo a apreensão dos alimentos pelos incisivos superiores e inferiores. Normalmente a mordida aberta esta associada a face longa e pode ter outros problemas associados como: assimetrias e problemas ântero-posteriores.

Face curta

Ocorre quando o paciente possui o terço inferior da face (região abaixo do nariz, até a ponta do queixo). Quando esta região encontra-se encurtada, o paciente pode ter uma exposição deficiente de dentes ao falar e ao sorrir. Também pode ser devido ao encurtamento da região anterior da mandíbula. Na cirurgia a correção será feita reposicionando o maxilar superior mais abaixo e trabalhando mudanças em altura da região anterior da mandíbula.

Face longa classe II

Paciente que possui o terço inferior da face (região abaixo do nariz, até a ponta do queixo) aumentada. Pode ser devido a um excesso de crescimento vertical de maxila ou da região anterior da mandíbula. Associado ao problema ântero-posterior onde a mandíbula encontra-se retro posicionada em relação à maxila.

Face longa classe III

Paciente que possui o terço inferior da face (região abaixo do nariz, até a ponta do queixo) aumentada. Pode ser devido a um excesso de crescimento vertical de maxila ou da região anterior da mandíbula. Associado ao problema ântero-posterior onde a mandíbula encontra-se protruída em relação à maxila.

Faça como eles, entre agora em contato com nossa equipe e conheça mais sobre o nosso trabalho!
Clique no botão abaixo e fale com um dos membros de nossa equipe e tenha um atendimento individualizado.